Paisagismo(s) no Brasil. Um Campo Hegemônico em Debate

Paisagismo(s) no Brasil. Um Campo Hegemônico em Debate

R$ 55,00
R$ 35,75
. Comprar  
Estamos cercados por paisagens. Paisagens naturais, paisagens construídas, paisagens artísticas, paisagens discursivas... Elas nos envolvem e nos compõem, sem que, ao final, consigamos realmente discernir o que somos nós e o que é a paisagem ao nosso redor. Descobrimos, em um olhar mais apurado, que o termo "paisagem" em que uma primeira aproximação poderia parecer tão especifico - diz respeito a todos, já que está inevitavelmente presente em nosso cotidiano, seja na natureza que buscamos para contemplar e relaxar seja na cidade que cresce cada vez mais ao nosso redor e nos envolve com suas edificações e seus sons, seja ainda nas palavras que tecem as paisagens dos múltiplos discursos nos quais nos implicamos. O filosofo Michel Foucault afirma, a respeito da constituição de um objeto de estudo, que este não existe previamente, esperando que alguém o descubra e o traga à Luz. Há que se construí-lo, que delimitar os seus campos de pertencimento, as áreas de atuação, os seus contornos. A partir dessas delimitações é que ele passa a existir. Nesse sentido, o livro que temos em mãos é uma oportunidade rara de verificarmos as diversas tentativas de delimitar um campo de conhecimento: o paisagismo. Quais as suas bordas? Quais os seus elementos chave? Há aqui, portanto, uma oportunidade de pensar sobre essa questão: o campo do paisagismo e seu conteúdo. Nascido da discussão iniciada no Seminário Paisagismo(s) no Brasil: um campo hegemônico em debate, ganho agora uma abrangência mais ampla, possibilitando que um número maior de pessoas tenha acesso ao conteúdo do evento, e consiga refletir e contribuir para a discussão sobre a importância e os desdobramentos do conceito de paisagismo, nas suas diversas acepções.
• Prazo para postagem:
Veja também